Aproximando você da nossa história: a origem de Chapecó – Blog – Fênix Consultoria Imobiliária

Este é o primeiro texto do projeto “Fênix Imóveis: Aproximando você da nossa história!”.
Conhecer, registrar e atualizar a nossa história, construída como memória coletiva, é um dos objetivos do projeto!

Faremos um resgate de fatos e locais marcantes na história do município de Chapecó, aliando informação e entretenimento, contribuindo para o fortalecimento da nossa história, reforçando os vínculos entre a comunidade e o patrimônio histórico-cultural local.

Neste primeiro momento falaremos um pouco da origem do município de Chapecó:

O município de Chapecó foi criado no dia 25 de agosto de 1917 através de um decreto do governo estadual. Naquele momento Chapecó ocupava uma área de mais de quatorze mil quilômetros quadrados, região que compreende boa parte do oeste catarinense. A partir da década de 1950, com a emancipação de vários municípios, o território de Chapecó foi reduzido para a dimensão atual que é de seiscentos e vinte e seis quilômetros quadrados.
A palavra Chapecó possui origem Kaingang, originalmente com a letra “X”. O significado é controverso, sendo interpretado como ‘chapadão alto’, ‘chapéu feito de cipó’, ‘põe no chapéu’ ou ainda, ‘donde se avista o caminho da roça’.
A grafia do nome de Chapecó foi alterada por Lei estadual, no dia 23 de julho de 1947, definindo o uso das letras “CH” e não mais do “X”, adequando a redação da palavra para a língua portuguesa. A mudança do nome de Chapecó foi assunto de vários artigos do juiz Antônio Selistre de Campos na época, publicados no jornal A Voz de Chapecó.
De início a sede do município de Chapecó foi instalada na Vila de Passo Bormann, situada próximo ao Rio Uruguai, alternando para Vila de Xanxerê até a definição da localização no ano de 1931. Naquele ano a sede do município foi transferida para o povoado de Passo dos Índios, localização onde hoje fica situado o bairro centro da cidade de Chapecó. Com a instalação da sede no povoado de Passo dos Índios, foi elaborado o projeto de traçado da cidade. O projeto definiu o centro da cidade com uma malha urbana ortogonal, que lembra um tabuleiro de xadrez, com um espaço central destinado para a praça e igreja, e quatro vias perpendiculares.
A avenida principal, hoje denominada Getúlio Vargas, foi projetada com uma largura de 40 metros e as ruas auxiliares com uma metragem de 25 metros, dimensões que comprovam a ousadia e a visão de progresso que já se instalava naquela localidade emergente.
Com o passar dos anos o espaço urbano foi ampliado, porém os elementos do traçado original da cidade permanecem visíveis na área central, sendo facilmente identificados junto ao conjunto histórico localizado nos arredores da praça Coronel Ernesto Bertaso.
Em 2021, no dia 25 de agosto, Chapecó comemora 104 anos de emancipação política. Andando pelas ruas do centro histórico da cidade, percorrendo o traçado original do município, é evidente a concretização do sonho de progresso idealizado no início do século XX.

Nós da Fênix Imóveis, uma empresa genuinamente chapecoense, convidamos você a seguir acompanhando os vídeos da série “Aproximando você da nossa história” para se apaixonar, ainda mais, por nossa terra.

Deixe seu comentário:

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da Fênix Consultoria Imobiliária.

Assine nosso blog

Receba dicas exclusivas de especialistas do mercado imobiliário de Chapecó direto em seu e-mail: