A arte chapecoense – Blog – Fênix Consultoria Imobiliária

Arte em Chapecó

Chapecó é uma cidade que possui um grande patrimônio artístico e cultural. Isso porque a arte tem um lugar especial na sua história. Na década de 70, a arte chapecoense começou se formar e criar sua identidade. Para os políticos da época, envolvidos pelos ideais de desenvolvimento e progresso, fomentar a arte significava engrandecer a cultura da região. Por isso, as obras de arte eram bem vistas e valorizadas pela população local.

Nessa época, muitos artistas que vieram de outras regiões e até mesmo do exterior, trouxeram consigo suas bagagens. O mundo estava passando por muitas mudanças no campo social e artístico, desse modo, o que chegou até Chapecó não foi diferente.

 

Os artistas

Agostinho Duarte, artista visual nascido em Portugal, veio para nossa cidade em 1976 e passou a fazer parte da comunidade artística da região. Ajudou a fundar o grupo CHAP e foi professor de pintura, desenho e história da arte. Além dele, outros grandes nomes marcaram a história da arte em Chapecó: Claudia Sander Bertaso, Dalme Marie Grando Rauen, Elisa Iop, Mariel e Paulo de Siqueira. Este último, em especial, tem algumas de suas obras documentadas e resguardadas em Chapecó.

O Memorial Paulo de Siqueira se localiza na Av. Getúlio Vargas, no Centro de Chapecó, na base do monumento “O Desbravador”. Neste espaço, estão reunidas diversas obras do artista, dentre pinturas e esculturas. O Memorial está aberto para visitações turísticas e acadêmicas, assim como o Museu de História e Arte de Chapecó, outro significativo local de arte e memória da nossa cidade.

 

Nós e a arte

Pensando na importância de espaços que promovam a difusão da arte e da cultura chapecoense, o Grupo Respiratus tem se aproximado cada vez mais deste campo. A partir das obras que fazem parte da história da Fênix e da casa em que está localizada, surgiu o projeto do Acervo Respiratus. A ideia é reunir e documentar as obras a fim de valorizar a arte da região.

Para conhecer melhor a história da nossa casa, no mês de novembro, tivemos a oportunidade de entrevistar Alice de Nês, esposa do antigo proprietário do imóvel, Plínio Arlindo de Nês. Dona Alice nos brindou com sua simpatia e uma tarde cheia de relatos e curiosidades do tempo que morava na casa. Contou-nos fatos inusitados da obra arquitetônica de vanguarda, que até hoje não há morada semelhante na cidade e também sobre a famosa obra do artista Paulo de Siqueira – o Peixe – que se encontrava ao lado da piscina. A escultura – assim como a casa – faz parte das obras que estão sendo catalogado pelo artista plástico Ricardo Garlet e que, após o seu devido estudo, farão parte do Acervo Respiratus e também terão seu devido espaço de prestigio no nosso quintal.

Nós, do Grupo Respiratus, temos muito apreço pela arte da nossa região. Acreditamos que ela tem papel fundamental na formação da nossa identidade e cultura. Por isso, o Acervo Respiratus é a nossa forma de contribuir para a preservação, reconhecimento e valorização da história chapecoense.

Deixe seu comentário:

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da Fênix Consultoria Imobiliária.

Assine nosso blog

Receba dicas exclusivas de especialistas do mercado imobiliário de Chapecó direto em seu e-mail: